Secretaria da Cultura do Estado anuncia cidades do Viagem Literária 2017

Ao completar dez anos, o programa Viagem Literária promoverá eventos literários em bibliotecas públicas das cidades paulistas.

A Secretaria da Cultura informou hoje as 90 cidades selecionadas para participar do programa neste ano. Serão realizadas quatro intervenções de mediação de leitura em cada uma delas. Para cumprir a programação que acontecerá nos meses de maio, junho e agosto serão convidados 34 escritores e 18 grupos ou contadores de histórias.

Estão previstas a realização de dois bate-papos com escritores (literatura adulta e infantojuvenil) e duas contações de histórias em cada unidade. Todos os eventos são gratuitos e abertos à comunidade.

Além desses 360 eventos, a edição deste ano terá um módulo especial para incentivar a realização de oficinas de Escrita Criativa nas bibliotecas públicas municipais do Estado, uma inovação no formato do Viagem Literária.

Essas oficinas serão realizadas por bibliotecários, profissionais de bibliotecas e educadores locais que receberão material de apoio e orientação técnica em capacitações presenciais e virtuais ministradas pela escritora e doutora em Literatura Brasileira, Noemi Jaffe. A intenção é transferir uma metodologia a ser incorporada à programação regular das unidades incluídas nesta edição. Com esta novidade, estima-se que, pelo menos, outros 90 eventos acontecerão até o final do ano.

Para Pierre André Ruprecht, diretor executivo da SP Leituras – organização social de Cultura incumbida de executar o programa, “o Viagem Literária tem um caráter estruturante para as ações de mediação de leitura em bibliotecas. Uma de suas principais missões é contribuir para a dinamização da programação cultural local, gerando desdobramentos residuais a partir do que promovemos em cada temporada. ”

O início oficial das atividades do Viagem Literária 2017 está programado para o dia 10 de abril com a realização do módulo inicial que reunirá representantes de todas as cidades selecionadas no auditório da Biblioteca de São Paulo.

Sobre a SP Leituras – SP Leituras é uma organização social de Cultura qualificada pelo Governo do Estado para fazer a gestão de programas como o Viagem Literária nas unidades vinculadas ao Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo, incluindo a Biblioteca de São Paulo e a Biblioteca Parque Villa-Lobos, sob a coordenação da UDBL – Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura, da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

VIAGEM LITERÁRIA 2017 – CIDADES PARTICIPANTES
Adamantina Lourdes
Aguaí Louveira
Águas de Lindóia Lútecia
Alambari Mirandopólis
Alumínio Mirante do Paranapanema
Anhumas Mirassol
Apiaí Mococa
Araçariguama Monte Mor
Araçatuba Novo Horizonte
Araraquara Olímpia
Arujá Oscar Bressane
Avanhandava Ourinhos
Barão de Antonina Paraguaçu Paulista
Birigui Pederneiras
Boituva Penápolis
Botucatu Pilar do Sul
Buritama Pirajú
Caraguatatuba Praia Grande
Casa Branca Presidente Prudente
Cotia Ribeirão Corrente
Cubatão Sales Oliveira
Descalvado Salto de Pirapora
Diadema Santa Cruz da Esperança
Dracena Santa Cruz das Palmeiras
Echaporã Santa Cruz do Rio Pardo
Espiríto Santo do Pinhal Santa fé do Sul
Fartura Santa Rita do Passa Quatro
Ferraz de Vasconcelos Santana de Parnaíba
Floreal Santo Anastácio
Franca Santo André
Franco da Rocha São José do Rio Preto
Garça São Simão
Guaiçara Socorro
Guarapares Tabapuã
Herculândia Taguaí
Ilha Comprida Taquarituba
Ilhabela Tarumã
Itanhaém Tatuí
Itapetininga Torrinha
Itapevi Tupã
Jaboticabal Ubatuba
Leme Vargem Grande do Sul
Lençóis Paulista Vargem Grande Paulista
Limeira Votorantim
Lins Votuporanga

 

10 comments

  1. Olá…Tomei conhecimento Agora desta Sensacional Ação Cultural, Gostaria de saber se é possível mesmo que Cidades Não inscritas no Programa de visitação, poderiam requisitar alguma Ação Literária deste Tipo.

    Muito Obrigado

    Atenciosamente

    Edvaldo Barbosa

  2. Pingback:Viagem Literária chega à décima edição com o dobro de atividades - PortalR3

  3. thais

    Nós, da cidade de Socorro, aguardamos ansiosos a realização do projeto.Nossa cidade é pequena, mas respira cultura.Cidade de tradição leitora, que gosta de contar e ouvir causos e histórias . Nossos alunos são de escolas rurais e se deleitam quando tem uma oportunidade como esta de poder ver pessoalmente artistas das letras.

  4. Pingback:Viagem Literária chega à décima edição e dobra o número de atividades | Governo do Estado de São Paulo

  5. Balão de Histórias
    Julio e Débora D’Zambê viajam no seu balão coletando histórias e cantigas de roda até meio ambiente.
    E as reproduzem em blues, reggae, rock e outros ritmos.

  6. Contação de histórias e onibus biblioteca e bibliotecas

    Sansakroma sem Fronteira
    Contos, cantos e Arte Africana
    Máscaras, esculturas e instrumentos
    De Mali, Nigéria, Gabão e outros países do continente Africano.

    1. VIAJANTE MALANGUÊ
      UMA VIAGEM PELA ÁFRICA através dos contos e cantos e Máscaras.

  7. Germano Gonçalves Arrudas, também conhecido como Urbanista Concreto – germano. Nascido em São C. do Sul, em abril de 1963, filho de família mineira. Escreve desde pequeno. Seus primeiros poemas e textos foram publicados em jornais do bairro Pq. São Rafael, e região da Zona Leste capital de São Paulo. É professor de história, publicou os livros O Ex-excluído – poema e prosa pela editora Somadi – São Paulo – 2014. O livro “Literatura Urbana Marginal” – Arte na periferia, APMCeditora – São Paulo – 2016. Participou de várias coletâneas literárias em obras de literatura marginal periférica divergente. Possui alguns diplomas e prêmios em concursos literários. Um dos vencedores do I Concurso literário História do meu Município, história do Meu Bairro, da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Ministra oficinas de literatura marginal na Casa de Cultura do Pq. São Rafael e, o sarau Urbanista Concreto mensal na ONG FORÇA CULTURAL – Organização de fomento a arte e cultura, instituição onde também é diretor de assuntos literários, define a literatura como algo fascinante.

  8. Leila Benedetti

    Excelente nota 10

    Amos receber em nosso município de Ferraz de Vasconcelos. Em 2017 a contadora de histórias. Lilian Marchetti com seu carinho e e seu profissionalismo.

  9. Carina Gomes

    Que pena que Cruz das Posses dessa vez não foi contemplada com esse evento maravilhoso. Meus parabéns a todas as cidades contempladas. Com certeza será um sucesso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *